MENU
PRODUTOS
ENTRE E CONHEÇA

No processo industrial, o conjunto de procedimentos e medidas de efeitos benéficos ao meio ambiente e à qualidade é chamado Boas Práticas

São ações passíveis de execução e desejáveis a todas as empresas que buscam um novo modelo de negócio balizado na sustentabilidade. A adesão às boas práticas ambientais influência de forma decisiva o desempenho da companhia e em seu desenvolvimento sustentável. No caso das empresas com Sistema de Gestão Ambiental, tais práticas passam por auditorias que garantam seu cumprimento.

Água

Biodegradabilidade
A biodegradabilidade dos componentes dos produtos de limpeza é um dos primeiros itens levantados quando o assunto é água. Entende-se por biodegradabilidade a capacidade de uma substância se degradar no meio ambiente em determinado período de tempo. Por isso, desde a década de 1970 a biodegradabilidade dos tensoativos (substâncias responsáveis pela remoção da sujeira e produção de espuma) mais utilizados nos produtos de limpeza é obrigatória por lei. O tenso ativo aniônico mais utilizado é o LAS (Linear Alquibenzeno Sulfonato de Sódio). Estudos na literatura científica mundial sobre a avaliação ambientaldo LAS certificam que seu processo de biodegradação é tão rápido, que de 30% a 40% do LAS não chega às estações de tratamento, sendo decomposto no caminho.

Reúso
De maneira geral, as indústrias de produtos de limpeza utilizam grandes quantidades de água, componente principal de seus produtos. Muitas delas dispõem hoje de sistemas internos de tratamento de efluentes e reutilização de água. Os sistemas de tratamento de efluentes reduzem o consumo de energia, a emissão de gases poluentes e os resíduos orgânicos. A água de reúsotratada pode ser utilizada para inúmeros fins, como geração de energia, refrigeração de equipamentos, em diversos processos industriais, em lavagem de pátios e na irrigação de áreas verdes. Alguns conselhos aos fabricantes:

Adote práticas que permitam a redução do consumo tanto nos processos produtivos dos produtos de limpeza, quanto no consumo de água potável.

Bons exemplos são equipamentos que com dispositivos redutores de consumo, como torneiras com redução caudal ou torneiras de pressão

Fique atento à manutenção, mantendo em adequado estado de funcionamento os equipamentos e instalações da rede interna de água potável (torneiras e canalizações), como forma de evitar perdas

Ar
As questões relativas ao ar são tratadas pelos fabricantes com a devida atenção à redução de emissões de gases poluentes, causadores do efeito estufa. Alguns conselhos aos fabricantes:

Incentive o respeito aos limites de velocidade no interior do parque industrial, evitando as acelerações constantes. Atitudes como esta contribuem para a redução da liberação de CO2 para a atmosfera

Faça e estimule a manutenção preventiva dos carros que fazem parte da frota da empresa, como caminhões utilizados no transporte dos produtos

Adote medidas mitigadoras caso as instalações industriais causem emissões relevantes de contaminantes atmosféricos, de forma a assegurar o cumprimento dos valores limite de emissão

Energia Elétrica
A redução do consumo industrial de energia se fixa na melhoria das tecnologias disponíveis no mercado. A adoção de máquinas e equipamentos mais modernos e com atributos de economia energética pode reduzir consideravelmente o consumo, beneficiando o meio ambiente e ainda diminuindo o valor das contas mensais de energia. Alguns conselhos aos fabricantes:

Implemente procedimentos voltados à redução do consumo de energia

Prefira os equipamentos com melhor performance energética

Cuidado com a manutenção das máquinas, evitando consumos excessivos

Recorra sempre que possível a energias renováveis

Utilize lâmpadas de baixo consumo em todas as áreas possíveis não somente da fábrica, mas também do setor administrativo

Resíduos Sólidos
A coleta seletiva de resíduos já se tornou uma prática em boa parte das companhias. No processo produtivo, muitas inclusive dispõem de sistemas de reaproveitamento de sobras de plástico nas próprias embalagens. Outros resíduos não reaproveitados no processo são separados para a destinação correta em empresas especializadas, como as recicladoras. Alguns conselhos aos fabricantes:

Utilize coletores padronizados em todo o parque industrial

Monitore a utilização dos coletores, evitando transbordo de resíduos líquidos ou sólidos

Promova a adequada separação dos resíduos, posicionando os coletores sem nunca bloquear ou limitar acessos

Não misture resíduos no mesmo coletor

Separe adequadamente o local de descarte de resíduos perigosos

Providencie o transporte adequado dos resíduos industriais, realizado por entidade devidamente credenciada

Encaminhe baterias, tinteiros e toners para reciclagem

Caso não haja reaproveitamento em seu processo produtivo, destine óleos a operadores autorizados para reciclagem

A responsabilidade pós-consumo é um item importante na agenda das empresas que buscam o desenvolvimento sustentável. Neste sentido, ações conjuntas com programas sobre o tema reforçam as iniciativas. Conheça detalhes do projeto Dê a Mão para o Futuro e participe.

Educação Ambiental

A educação ambiental consiste no desenvolvimento de ações visando a adoção de valores ambientais pelo desenvolvimento sustentável da companhia.
Focadas no público interno, as ações de conscientização fazem com que o funcionário se torne um grande aliado dos propósitos da empresa, o verdadeiro responsável pelo sucesso das ações e pelo alcance das metas. Focadas no consumidor, estas ações mobilizam o consumo consciente e incentivam a aderência de mais empresas à causa sustentável. O Programa Limpeza Consciente incentiva ações de educação ambiental por parte de fabricantes, no sentido de contribuir na formação de cidadãos muito mais conscientes quanto ao meio ambiente e diligentes quanto ao planeta que deixarão para suas futuras gerações.

Fonte: limpezaconsciente

Indicador Semafórico de 3 Fases

Indicador de Produção

Contato / Orçamento